O que é o novo coronavírus?

Os coronavírus são uma família de vários vírus que podem infectar humanos e animais. Os vários tipos de coronavírus causam doença respiratória superior leve em humanos. Já outros tipos de vírus como SARS-CoV e MERS-CoV, podem causar doenças respiratórias mais graves.

No final de 2019, um novo coronavírus chamado SARS-CoV-2 surgiu na China. Desde então, esse vírus se espalhou para muitos outros países do mundo. Uma infecção com SARS-CoV-2 causa uma doença respiratória chamada COVID-19 .

O COVID-19 pode ter complicações potencialmente graves, como problemas respiratórios e pneumonia. Por esse motivo, é importante reconhecer os sinais e sintomas do COVID-19 e como eles diferem da gripe, resfriado e doença do feno.

Continue lendo para saber mais sobre os sintomas do COVID-19, as diferenças de outras doenças respiratórias, como a gripe e resfriado e o que você deve fazer se achar que ficou doente.

Quais são os sintomas do COVID-19?

Sintomas do Novo Coronavírus (COVID-19)

De acordo com os Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC), o período médio de incubação da SARS-CoV-2 é 4 dias ( 1 ). No entanto, pode variar de 2 a 14 dias.

Nem todos com infecção por SARS-CoV-2 se sentirão mal. É possível ter o vírus e não desenvolver sintomas. Quando os sintomas aparecem, eles geralmente são leves e se desenvolvem lentamente. Os sintomas mais comuns são:

Alem disso, algumas pessoas com COVID-19 podem ter sintomas outros sintomas como:

Os sintomas respiratórios podem piorar na segunda semana da doença. Isso parece ocorrer após 8 ou 9 dias. ( 2 )

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), cerca de de 1 em 5 pessoas com COVID-19 vão ficar gravemente doente. Esses indivíduos podem desenvolver pneumonia grave ou insuficiência respiratória e podem precisar de oxigênio ou ventilação mecânica. ( 3 )

Diferença ente sintoma de COVID-19 e Resfriado

Os coronavírus são na verdade um dos muitos tipos de vírus que podem causar o resfriado comum . De fato, estima-se que quatro tipos de coronavírus humano sejam responsáveis ​​por 10 a 30% de resfriados em adultos. ( 4 )

Alguns sintomas do resfriado comum são:

Como você pode saber se está resfriado ou com o COVID-19?

Avalie seus sintomas. Um resfriado é normalmente precedido por dor de garganta e coriza, que são sintomas menos comuns do COVID-19. ( 5 )

Além disso, a febre não é tão comum no resfriado.

Diferença dos sintomas do COVID-19 e da gripe

Você pode ter ouvido falar que o COVID-19 é igual à gripe , uma doença respiratória sazonal comum. Mas, como saber a diferença entre os sintomas dessas duas infecções?

Primeiro, os sintomas da gripe geralmente aparecem de repente, enquanto os sintomas do COVID-19 parecem se desenvolver mais lentamente. ( 6 ) Os sintomas comuns da gripe incluem:

Como você pode ver, há alguma semelhança entre os sintomas do COVID-19 e a gripe, como tosse, febre e fadiga. No entanto, é importante observar que muitos sintomas comuns da gripe são observados com menos frequência nos casos de COVID-19.

A OMS também destaca as seguintes diferenças entre o CODIV-19 e a gripe comum: ( 7 )

Diferença entre dos sintomas do COVID-19 e da febre do feno

A febre do feno , também chamada de rinite alérgica, é outra doença que pode causar sintomas respiratórios. Isso ocorre devido à exposição a alérgenos em seu ambiente, como pólen , mofo , poeira ou pelos de animais.

Os sintomas da febre do feno são:

Um dos sintomas característicos da febre do feno é o prurido, o que não é observado no COVID-19. Além disso, a febre do feno não causa sintomas como febre ou falta de ar.

O que você deve fazer se achar que tem sintomas do COVID-19?

Se você acha que tem sintomas do COVID-19, veja o que fazer:

Avalie e monitore os seus sintomas. Nem todo mundo com COVID-19 requer hospitalização. No entanto, é importante acompanhar seus sintomas, pois eles podem piorar na segunda semana da doença.

Vá ao médico. Mesmo que seus sintomas sejam leves, ainda é uma boa ideia ligar para seu médico para que ele possa te orientar.

Faça o teste. O seu médico pode trabalhar em conjunto com as autoridades sanitárias para avaliar seus sintomas e o risco de exposição e determinar se você precisa fazer o teste para o COVID-19.

Fique isolado. Fique em casa até que sua infecção tenha desaparecido. Tente ficar separado de outras pessoas em sua casa, usando um quarto e banheiro separados, se possível.

Procure cuidados. Se os sintomas piorarem, procure atendimento médico de urgência.  Use uma máscara facial, se disponível.

Grupo de risco do COVID-19

Você corre um risco maior de contrair COVID-19 se :

Os médicos ainda estão tentando entender quem corre maior risco de ter COVID-19 grave. Atualmente, os grupos de risco do COVID-19 graves parecem ser:

O que você pode fazer para se proteger do coronavírus?

Siga as dicas abaixo para ajudar a proteger você e outras pessoas contra o COVID-19

LEIA TAMBÉM: