Quem é Diabético pode comer Mel?

O mel pode aumentar a insulina e ajudar a controlar o diabetes. O diabético pode comer mel e tem alguns benefícios, mas com moderação e controle.

diabético pode comer mel

Quem tem diabetes pode comer mel?

Muitas tomam café ou chá com mel ou usam como adoçante para assar carnes, mas quem é diabético pode comer mel sem se preocupar? A resposta curta é: SIM, mas apenas sob certas condições.

Os diabéticos precisam controlar e gerenciar a ingestão de carboidratos e açúcar. Mas isso não significa que eles precisam evitar totalmente os doces .

Com moderação, o diabético pode comer mel,  não é apenas seguro, mas também tem benefícios, pois o mel tem propriedades anti-inflamatórias que pode reduzir as complicações causadas pelo diabetes.

O que é mel?

O mel é um líquido espesso e dourado, produzido não só pelas abelhas mas também por outros insetos, como alguns abelhões e vespas. As abelhas captam o néctar das flores, então armazenam no estomago e voltam para as colméias, onde o mel é processado e usado como alimento.

O néctar é composto de sacarose (açúcar), água e outras substâncias. São aproximadamente 80% de carboidratos e 20% de água . As abelhas produzem mel ingerindo e regurgitando o néctar varias vezes. Este processo remove a água.

Posteriormente, as abelhas armazenam o mel em favos para serem usadas como fonte de energia durante o inverno, quando é mais difícil encontrar flores e alimentos.

Embora seja um adoçante natural, o mel tem um pouco mais de carboidratos e calorias por colher de chá do que o açúcar branco comum.

De acordo com United States Department of Agriculture, 1 colher de sopa de mel puro tem cerca de 60 calorias e 17 gramas de carboidratos.

O mel também contém muitas vitaminas e minerais, incluindo ferro , vitamina C , folato , magnésio , potássio e cálcio . É também um antioxidante , que são substâncias que previnem e retardam os danos celulares.

O mel pode ser puro ou processado

O mel puro também é conhecido como mel não filtrado. Este mel é extraído de uma colmeia e depois coado para remover as impurezas.

O mel processado, por outro lado, passa por um processo de filtragem. Também é pasteurizado para aumentar a validade do mel.

O mel processado é mais suave, mas o processo de filtração e pasteurização remove alguns de seus nutrientes e antioxidantes importantes.

Existem cerca de 300 tipos diferentes de mel, mas no Brasil os mais comercializados são em torno de 6 . Esses tipos são determinados pela fonte do néctar, ou mais simplesmente, pelo flores que abelhas captam o néctar. Por exemplo:  mel de flor de laranjeira, eucalipto, cipó uva, caju, bracatinga e silvestre. A fonte do néctar afeta o sabor do mel e sua cor.

Como o mel afeta o açúcar no sangue?

Como o mel é um açúcar natural e um carboidrato, é natural que ele afete glicose no sangue de alguma forma. Quando comparado ao açúcar de mesa, no entanto, parece que o mel tem um efeito menor.

Um estudo de 2004 avaliou os efeitos do mel e do açúcar de mesa nos níveis de glicose no sangue. Este estudo envolveu indivíduos com e sem diabetes tipo 1 .

Os pesquisadores descobriram que no grupo de diabéticos, o mel causou um aumento inicial no açúcar no sangue, 30 minutos após o consumo. No entanto, os níveis de glicose no sangue dos participantes diminuíram mais tarde e permaneceram em níveis mais baixos por duas horas.

Isso leva os pesquisadores a acreditar que o mel, ao contrário do açúcar de mesa, pode causar um aumento de insulina , que é um hormônio importante no controle do diabetes.

Comer mel pode prevenir o diabetes?

Embora o mel possa aumentar os níveis de insulina e ajudar os diabéticos a controlar a glicose no sangue, não parece haver nenhuma pesquisa conclusiva que confirme que comer mel pode prevenir ou evitar o diabetes. 

Advertisement

Os pesquisadores descobriram uma possível conexão entre o mel e um índice glicêmico mais baixo.

Em um estudo com 50 pessoas com diabetes tipo 1 e 30 pessoas sem diabetes tipo 1, os pesquisadores descobriram que, comparado ao açúcar, o mel teve um efeito glicêmico mais baixo em todos os participantes.

Também elevou seus níveis de peptídeo C , uma substância que é liberada na corrente sanguínea quando o corpo produz insulina. Um nível normal de peptídeo C significa que o corpo produz insulina suficiente. 

Faz mal diabético comer mel?

Já que o mel é mais doce que o açúcar, e se você substituir o mel pelo açúcar, então precisará apenas de uma pequena quantidade para adoçar suas bebidas.

Como o mel pode afetar a glicose no sangue, assim é melhor evitar comer mel e usar outros adoçantes até que a diabetes esteja controlada.

O diabético pode comer mel, mas com moderação. Sempre fale com seu médico antes de substituir o mel pelo adoçante.

Se o seu diabetes é bem controlado e você deseja adicionar mel à sua dieta, escolha mel natural puro, de preferência orgânico. Esses tipos são mais seguros para os diabéticos, porque o mel totalmente puro e natural não contém açúcar.

No entanto, mulheres grávidas e pessoas com sistema imunológico comprometido não devem consumir mel cru, pois não é pasteurizado.

Se você compra mel processado de uma mercearia, ele também pode conter açúcar ou xarope de milho. Esses adoçantes adicionados clandestinamente ao mel pode afetar o açúcar no sangue de maneira diferente.

Existem benefícios do diabético comer mel?

Um benefício do diabético comer mel é que ele pode aumentar seu nível de insulina e ajudar a controlar o açúcar no sangue.

Substituir o açúcar pelo mel também pode ser bom, considerando que  o mel é uma fonte de antioxidantes e possui propriedades anti-inflamatórias.

Uma dieta rica em antioxidantes pode melhorar a maneira como o corpo metaboliza o açúcar, e as propriedades anti-inflamatórias do mel podem reduzir as complicações causadas pelo diabetes .

A inflamação pode levar à resistência à insulina, que é quando o corpo não responde à insulina.

Conclusão:

O mel é um adoçante natural que pode ter um efeito positivo no seu índice glicêmico. Mas, como em qualquer tipo de adoçante, a moderação é fundamental.

Converse com seu médico antes de comer mel . O mel não é adequado para todos, incluindo pessoas que estão com a glicose alta. Se você comer mel, verifique se é natural e puro, pois não contém adição de açúcar.

Isenção de responsabilidade:

Esse artigo é meramente informativo, dessa forma não deseja substituir a consulta médica ou de um nutricionista. Não faça mudanças em sua dieta sem orientação de um profissional.