Qual a Diferença Entre a Diabetes Tipo 1 e 2?

Diabetes tipo 1 e 2 diferença: Não existe pior tipo de diabetes, cada uma tem causas diferentes, os sintomas são iguais já o tratamento pode ser diferente para cada caso.

Qual a Diferença Entre a Diabetes Tipo 1 e 2

Diabetes tipo 1 e 2 diferença

Existem dois tipos principais de diabetes: tipo 1 e tipo 2. Ambos os tipos de diabetes são doenças crônicas que afetam a maneira como seu corpo regula o açúcar no sangue ou a glicose. A glicose é o combustível que alimenta as células do seu corpo, mas para entrar nas células, ela precisa de uma chave. A insulina é essa chave.

Pessoas com diabetes tipo 1 não produzem insulina. Você pode pensar nisso como uma pessoa que não tem essa chave.

Pessoas com diabetes tipo 2 não respondem à insulina tão bem quanto deveriam e, mais tarde na doença, muitas vezes não produzem insulina suficiente. Você pode pensar nisso como tendo uma chave quebrada.

Ambos os tipos de diabetes podem levar a níveis cronicamente altos de açúcar no sangue. Isso aumenta o risco de complicações do diabetes .

Quais são os sintomas da diabetes?

Ambos os tipos de diabetes, se não forem controlados, tem muitos sintomas semelhantes, incluindo:

  • Micção frequente
  • Sentir muita sede e beber muita água
  • Ter muita fome
  • Sensação de estar sempre muito cansado
  • Visão embaçada
  • Cortes ou feridas que não cicatrizam 

Além disso as pessoas com diabetes tipo 1 também podem ficar irritadas com facilidade e ter alterações de humor e, mesmo sem querer, podem perder peso. Pessoas com diabetes tipo 2 também podem ter dormência e formigamento nas mãos ou nos pés.

Embora muitos dos sintomas do diabetes tipo 1 e tipo 2 sejam semelhantes, eles se apresentam de maneiras muito diferentes. Muitas pessoas com diabetes tipo 2 não apresentam sintomas por muitos anos. Frequentemente, os sintomas da diabetes tipo 2 se desenvolvem lentamente ao longo do tempo. Algumas pessoas com diabetes tipo 2 não apresentam sintomas e não sabem que tem diabetes até que as complicações começam a aparecer.

Os sintomas do diabetes tipo 1 se desenvolvem rapidamente, geralmente ao longo de várias semanas. O diabetes tipo 1, que já foi conhecido como diabetes juvenil, geralmente se desenvolve na infância ou adolescência. Mas é possível ter diabetes tipo 1 na idade adulta.

O que causa diabetes?

Diabetes tipo 1 e tipo 2 podem ter nomes semelhantes, mas são doenças diferentes com causas únicas.

Causas do diabetes tipo 1

O sistema imunológico do corpo é responsável por combater os invasores, como vírus e bactérias nocivas. Em pessoas com diabetes tipo 1, o sistema imunológico confunde as células saudáveis ​​do corpo com invasores. O sistema imunológico então ataca e destrói as células beta produtoras de insulina no pâncreas. Depois que essas células beta são destruídas, o corpo não consegue mais produzir insulina.

Os pesquisadores não sabem por que o sistema imunológico ataca as próprias células do corpo. Pode ter algo a ver com fatores genéticos e ambientais, como a exposição a alguns vírus. Atualmente as pesquisas ainda estão em andamento.

Causas do diabetes tipo 2

Pessoas com diabetes tipo 2 têm resistência à insulina. O corpo ainda produz insulina, mas é incapaz de usar esse hormônio. Os pesquisadores não sabem ao certo por que algumas pessoas se tornam resistentes à insulina e outras não, mas vários fatores como o tipo de vida, podem contribuir, incluindo excesso de peso e falta de atividade física.

Outros fatores genéticos e ambientais também podem contribuir. Quando você desenvolve diabetes tipo 2, seu pâncreas tenta compensar essa deficiência produzindo mais insulina. Como seu corpo é incapaz de usar insulina de maneira eficaz, a glicose se acumula na corrente sanguínea.

O diabetes é uma doença cronica comum

O diabetes tipo 2 é muito mais comum que o tipo 1.  1 em cada 10 pessoas pode sofrer de diabetes. Entre todas as pessoas que vivem com diabetes a cerca de 90 a 95% tem diabetes tipo 2.

A porcentagem de pessoas com diabetes tipo 2 aumenta com a idade. Menos que 10%da população mundial tem diabetes, mas entre as pessoas com 65 anos ou mais, a taxa de incidência chega a 25,2%. Apenas cerca de 0,18% das crianças com menos de 18 anos tiveram diabetes em 2015.

Homens e mulheres têm diabetes aproximadamente a mesma taxa. Mas as taxas de incidência são mais altas entre certas raças e etnias. Índios americanos e nativos do Alasca têm a maior prevalência de diabetes entre homens e mulheres. As populações negras e hispânicas têm taxas mais altas de diabetes do que os brancos não hispânicos.

Quais são os fatores de risco para diabetes tipo 1 e tipo 2?

Os fatores de risco para diabetes tipo 1 incluem:

História familiar:

Pessoas com pais ou irmãos com diabetes tipo 1 têm maior risco de desenvolver a doença.

Idade:

O diabetes tipo 1 pode aparecer em qualquer idade, mas é mais comum entre crianças e adolescentes.

Geografia:

A prevalência de diabetes tipo 1 aumenta quanto mais você estiver longe da linha do equador.

Genética:

A presença de alguns genes aumenta o risco de desenvolver diabetes tipo 1.

O diabetes tipo 1 não pode ser evitado.

Risco de diabetes tipo 2

  • Ter pré-diabetes (níveis de açúcar no sangue ligeiramente elevados)
  • Estar com sobrepeso ou obeso
  • Ter um familiar direto com diabetes tipo 2
  • Estar acima de 45 anos
  • Ser fisicamente inativos
  • Já teve diabetes gestacional , que é diabetes durante a gravidez
    e dar à luz um bebê com mais de 4,5 Kg
  • Ser afro-americanos, hispânicos ou latino-americanos, índios americanos ou nativos do Alasca
  • Síndrome do ovário policístico
  • Estar com muita gordura na barriga

Como evitar o diabetes tipo 2

  1. Mantenha seu peso ideal.
  2. Se você estiver acima do peso, então procure um médico ou nutricionista para perder peso.
  3. Pratique atividade física
  4. Faça uma dieta equilibrada e reduza a ingestão de alimentos doces, carboidratos e alimentos industrializados.

Como são diagnosticados diabetes tipo 1 e tipo 2?

O teste primário para diabetes tipo 1 e tipo 2 é conhecido como teste de hemoglobina glicada (A1C) . O teste de A1C é um exame de sangue que determina o seu nível médio de açúcar no sangue nos últimos dois a três meses. O exame é feito retirando uma amostra de sangue ou com uma pequena picada no seu dedo.

Quanto mais altos os níveis de açúcar no sangue estiverem nos últimos meses, maior será o nível de A1C. O nível de A1C de 6,5 ou superior indica diabetes.

Tratamentos para diabetes tipo 1 e tipo 2?

Não há cura para o diabetes tipo 1. Pessoas com diabetes tipo 1 não produzem insulina, por isso ela deve ser injetada regularmente no corpo do paciente. Algumas pessoas tomam injeções nos tecidos moles, como barriga, braço ou nádegas, várias vezes ao dia. Outras pessoas usam bombas de insulina. As bombas de insulina são aparelhos que fornecem uma quantidade constante de insulina ao corpo.

O teste de açúcar no sangue é uma parte essencial do controle do diabetes tipo 1, porque os níveis podem subir e descer rapidamente.

O diabetes tipo 2 pode ser controlado e até revertido apenas com dieta e exercício físico, mas muitas pessoas precisam de tratamento. Se as mudanças na dieta e atividade física não forem suficientes, então o médico poderá prescrever medicamentos que ajudem seu corpo a usar melhor a insulina.

Monitorar o açúcar no sangue é uma parte essencial do controle do diabetes, porque é a única maneira de saber se o tratamento está funcionando. O seu médico pode recomendar testar o seu açúcar no sangue ocasionalmente ou com mais frequência. Se o seu açúcar no sangue estiver alto, então o seu médico poderá recomendar injeções de insulina.

Com um monitoramento cuidadoso, você pode controlar o diabetes e impedir o desenvolvimento de complicações sérias.

Programa Diabetes Controlada Dr. Rocha
Programa Diabetes Controlada Dr. Rocha

Dieta para diabetes

A alimentação é uma parte importante da vida das pessoas que vivem com diabetes.

Se você tem diabetes tipo 1, então veja com seu médico para saber ao certo quanta insulina você precisará injetar após comer certos tipos de alimentos. Por exemplo, carboidratos podem fazer com que os níveis de açúcar no sangue aumentem rapidamente em pessoas com diabetes tipo 1. Você precisará combater isso tomando insulina, mas precisará saber quanta insulina deve tomar.

Pessoas com diabetes tipo 2 precisam se concentrar em uma alimentação saudável. A perda de peso geralmente faz parte dos planos de tratamento para diabetes tipo 2; portanto, seu médico pode recomendar uma dieta com baixas calorias. Isso pode significar reduzir o consumo de alguns alimentos.

Fontes:

Gostou desse artigo? Deixe um comentário