Pé Diabético Cuidados e Tratamento

pé diabético

Pé Diabético Tratamentos

Inspecione seus pés todos os dias e procure feridas, se você sofrer uma lesão no pé, a fim de evitar o pé diabético.

Assim,  peça  ao seu médico que cheque seus pés pelo menos uma vez por ano. Mais frequentemente se você tiver problemas nos pés.


A maioria das pessoas com diabetes pode evitar o pé diabético, seguindo alguns passos simples. Então vamos começar a cuidar dos seus pés hoje.

Pé Diabético Prevenção

Você deve realizar exames completos dos seus pés pelo menos uma vez por ano
Você deve realizar exames completos dos seus pés pelo menos uma vez por ano

Os problemas nos pés geralmente ocorrem quando há danos nos nervos, também chamados de neuropatia .

Então, isso pode causar formigamento, dor (queima ou picada) ou fraqueza no pé.

Também pode causar perda de sensação no pé, e você pode se machucar sem perceber.

O fluxo sanguíneo prejudicado ou mudanças na forma de seus pés ou dedos também podem causar problemas.

200 receitas para diabéticos
DESCUBRA O PASSO A PASSO PARA PREPARAR DELICIOSAS RECEITAS PARA DIABÉTICOS E BAIXE DEFINITIVAMENTE A TAXA DE GLICOSE DO SANGUE!

Assim, você deve realizar exames completos dos seus pés pelo menos uma vez por ano – mais frequentemente, se você tiver problemas nos pés.

Ligue ou consulte seu médico se você tiver cortes ou rachaduras na pele, ou se machucou.

Além disso, informe o seu médico se seu pé muda de cor, de forma ou  se sente algo diferente (por exemplo, está menos sensível ao toque ou dói).

Se você tem calos ou calosidades no pé, um podólogo pode cuidar deles para você.

Cuidados com as unhas

Também pode cortar as unhas dos seus pés se você não puder fazer com segurança.

Para cortar as unhas do pé diabético, use sempre alicates e cortadores esterilizados.
Para cortar as unhas do pé diabético, use sempre alicates e cortadores esterilizados.

Como os diabéticos são mais propensos a problemas nos pés, alguém de confiança, pode examinar, e cortar as suas unhas. Então,  sempre tenha o máximo de cuidado para que não machuque ou cause lesões no entorno das unhas.

Pois,um material contaminado, pode causar uma séria infecção.

Dito isso,corte sempre as unhas em forma quadrada, para evitar que elas se encravem e infeccionem.

Cuidados com calos

Os calos ocorrem mais frequentemente e se acumulam mais rápido nos pés de pessoas com diabetes.

Isso ocorre porque existem áreas de alta pressão debaixo do pé. Muito calo pode significar que você precisará de sapatos especiais.

Os calos, se não cortados, ficam muito grossos, quebram e se transformam em úlceras (feridas abertas). Assim, não tente cortar ou lixar os calos – isso pode levar a úlceras e infecções.

Além disso, não tente remover calos e calosidades com produtos químicos. Estes produtos podem queimar sua pele.

Use uma pedra-pomes todos os dias, isso ajudará a manter os calos sob controle.

É melhor usar a pedra-pomes em com a pele molhada. Coloque uma loção hidratante logo após usar a pedra-pomes.

Cuidados com o Pé Diabético

Negligenciar as úlceras do pé diabético, pode resultar em infecções, o que, por sua vez, pode levar à perda de um membro.
Negligenciar as úlceras do pé diabético, pode resultar em infecções, o que, por sua vez, pode levar à perda de um membro.

Há muitas coisas que você pode fazer para manter seus pés saudáveis. Então, tome sempre essas medidas simples:

  1. Mantenha a diabete controlada .
  2. Cuide da sua alimentação para ter sua glicemia no controle.
  3. Verifique seus pés todos os dias.

Procure por manchas vermelhas, cortes, inchaço e bolhas.

Se você não consegue ver o fundo dos pés, use um espelho ou peça ajuda a alguém.

Cuidados com machucados

As úlceras ocorrem mais frequentemente no peito do pé ou no abaixo do dedão.

Os machucados nos lados do pé geralmente são devido aos calçados mal ajustados e apertados.

Lembre-se, mesmo que algumas úlceras não machuquem, cada úlcera deve ser tratada imediatamente.

O tratamento da úlcera pode variar de acordo com a gravidade do machucado
O tratamento da úlcera pode variar de acordo com a gravidade do machucado

O  médico pode tirar radiografias do seu pé para garantir que o osso não esteja infectado.

O médico ou enfermeira vai limpar e retirar qualquer tecido morto e infectado.

Você pode precisar ir ao hospital para fazer isso. Além disso, o médico pode fazer um exame de cultura da ferida para descobrir qual o tipo de infecção que você possui e qual antibiótico funcionará melhor.

Manter a saúde dos pés é muito importante. Caminhar com uma úlcera pode torná-la maior e aumentar a infecção, fazendo ela mais profunda no seu seu pé.

Você pode usar um sapato especial, e/ou palmilhas macias para protegê-lo.

Se a sua úlcera não está a cicatrizando e a sua circulação é fraca, o seu médico pode ter que encaminhá-lo a um cirurgião vascular .

Manter a Diabetes Controlada é muito importante. Os altos níveis de glicose no sangue dificultam a luta contra a infecção.

diabetes controlada dr rocha promoção
diabetes controlada dr rocha promoção

Circulação sanguínea

A má circulação (fluxo sanguíneo) pode fazer que seu pé fique menos capaz de combater a infecção e curar as feridas.

O Diabetes provoca estreitamento e endurecimento dos vasos sanguíneos dos pés e das pernas.

Você pode evitar o que causa o fluxo sanguíneo fraco.

Pare de Fumar; fumar torna as artérias endurecidas mais rapidamente.

Além disso, mantenha a pressão arterial e o colesterol sob controle.

Como aquecer seus pés

Se você sente frio, você pode querer esquentar seus pés. Mais, infelizmente, se seus pés não conseguem sentir o calor, é fácil você queimá-los com bolsas de água quente ou almofadas de aquecimento. Então, a melhor maneira de  esquentar os pés frios é usar meias grossas.

Nunca use bolsas de água quente, ou cobertores elétricos. Você pode queimar seus pés sem perceber.

Algumas pessoas sentem dor tornozelos quando caminham rápido, sobem escadas ou andam em uma superfície dura.

Esta condição é chamada de claudicação intermitente .

Advertisement

Pare e descanse por alguns momentos para aliviar a dor.

Se você tem esses sintomas, você deve parar de fumar imediatamente.

Algumas pessoas devem usar medicamentos para melhorar a circulação.

Dito isso ,o exercício físico é então, o melhor tratamento para a má circulação. Já que, estimula o fluxo sanguíneo nas pernas e nos pés.

Caminhe com tênis resistentes e macios, bem ajustados e confortáveis, mas não caminhe se tiver feridas nos pés.

Finalmente, depois que a úlcera do pé se curar, trate seu pé com cuidado.

chá da vida
O Chá da Vida é um extrato concentrado de plantas selecionadas e de excelentes qualidades, traz diversos benefícios ao organismo, mostrou-se muito eficiente ao diabético por tratar o pâncreas e aumentar a produção natural de insulina.

O tecido cicatrizado sob a ferida curada irá se quebrar facilmente. Então, você pode deve usar sapatos especiais depois que a úlcera for curada para proteger esta área e evitar que a úlcera volte.

Desde já, mantenha o sangue fluindo nos seus pés.

Dessa forma, coloque os pés para cima quando estiver sentado ou deitado, use um suave encosto ou travesseiros sob os pés.

Então, mexa os dedos dos pés e mova seus tornozelos para cima e para baixo por 5 minutos, duas (2) ou três (3) vezes por dia. Não fique em pé por longos períodos de tempo.

Assim sendo, seja mais ativo . Faça um programa de atividade física.

Cuide da pele dos seus pés

Lave bem seus pés todos os dias . Seque-os cuidadosamente, especialmente entre os dedos dos pés.

Mantenha sua pele macia e suave. Passe uma fina camada de loção hidratante no peito e sola dos seus pés, mas não entre os dedos. 

O Diabetes pode causar alterações na pele do pé. Às vezes, a pele do pé pode ficar muito seca e pode descascar e quebrar-se.

Programa Diabetes Controlada Dr. Rocha
Programa Diabetes Controlada Dr. Rocha

O problema é que os nervos que controlam o óleo e a umidade da pele do seu pé não funcionam mais.

Depois de tomar banho, secar os pés e passe uma fina camada de vaselina, um creme hidratante sem perfume ou outros produtos desse tipo.

Não coloque óleos ou cremes entre os dedos dos pés.  A umidade pode levar à infecção entre  os dedos.

Se você pode ver e alcançar as unhas dos pés, corte-as quando necessário.

Corte as unhas dos pés de forma reta e apare as bordas com uma lixa de unhas.

Use sapatos e meias em todos os momentos . Nunca ande com os pés descalços.

Use sapatos confortáveis ​​que se encaixem perfeitamente e proteja seus pés.

Verifique dentro de seus sapatos antes de usá-los. Certifique-se de que o revestimento é suave e não há objetos dentro (como pedras e sementes).

Embora possa doer, o dano do nervo diabético também pode diminuir a sua capacidade de sentir dor, calor e frio. Dito isso, a perda de sensação geralmente significa que você pode não sentir ferimentos no pé.

Assim, pode ter uma tachinha ou pedra em seu sapato e você caminhar com ele o dia todo no seu sapato sem saber. Também pode ter uma bolha e não sentir. Você não pode perceber que tem uma lesão no pé, até que a pele se rache e se infecte.

O dano no nervo também pode levar a alterações na forma dos pés e dedos dos pés.

Dessa maneira, pergunte ao seu médico sobre os sapatos terapêuticos especiais, em vez de forçar os pés e os dedos deformados em sapatos normais.

Pé diabético tratamentos e prevenção

As pessoas com diabetes são muito mais propensas a ter um pé ou uma perna amputados do que as outras pessoas.
As pessoas com diabetes são muito mais propensas a ter um pé ou uma perna amputados do que as outras pessoas.

Proteja seus pés do calor e do frio .

Use sapatos na praia ou no piso quente.

Não coloque os pés na água quente.

Teste a água com as mãos, antes de colocar seus pés nela, assim como você faria antes de dar banho em um bebê.

Não fume.

Nesse sentido, as pessoas com diabetes são muito mais propensas a ter um pé ou uma perna amputados do que as outras pessoas.

Então, muitos diabéticos sofrem com doença arterial periférica (PAD) , o que reduz o fluxo sanguíneo nos pés.

Além disso, muitas pessoas com diabetes têm doença nervosa, o que reduz a sensação nos pés.

Assim, com esses problemas juntos fica mais fácil ter úlceras e infecções que podem levar à amputação. A maioria das amputações são evitáveis ​​com cuidados regulares e calçados adequados.

Por estas razões, cuide bem os seus pés e consulte o seu médico imediatamente se tiver alguns problemas nos pés.

Informe-se sobre os sapatos especiais para diabéticos.

Sempre siga os conselhos do seu médico quando tiver úlceras ou outros problemas nos pés.
Uma das maiores ameaças aos seus pés é fumar . O tabagismo afeta os pequenos vasos sanguíneos. Pode causar a diminuição do fluxo sanguíneo nos pés e fazer com que as feridas cicatrizem lentamente.

Muitas pessoas com diabetes que precisam de amputações são fumantes.

Concluindo, comece agora. Comece a cuidar bem do pé diabético hoje. Assim sendo, defina uma hora todos os dias para verificar seus pés.

LEIA TAMBÉM:

Um comentário em “Pé Diabético Cuidados e Tratamento”

Os comentários estão desativados.