O que é Urucum e Para que Serve (Benefícios)

O urucum, era usado para pintura corporal, como filtro solar, repelente de insetos e para o tratamento de distúrbios, como azia, diarreia, úlceras e problemas de pele

o que é urucum e para que serve

Benefícios do Urucum

O urucum é um tipo de corante alimentar produzido a partir das sementes da árvore achiote ( Bixa orellana ).

Embora possa não ser uma planta muito conhecida, dela são fabricado cerca de 70% dos corantes naturais dos alimentos. Além dos usos culinários, o urucum é há muito tempo utilizado na América do Sul e Central para arte, como cosmético, e para tratar várias doenças.

Este artigo mostra para que serve o urucum, seus benefícios, como usar e efeitos colaterais.

Conteúdo:

  1. O que é
  2. Para que serve
  3. Como usar
  4. Efeitos colaterais

O que é urucum?

O urucum é um corante alimentar ou condimento de cor vermelho-alaranjado produzido a partir das sementes da árvore achiote ( Bixa orellana ), que cresce nas regiões tropicais da América do Sul e Central.

Tem vários outros nomes, incluindo achiote, achiotillo, bija, urucum e atsuete.

É mais usado como corante alimentar natural, pois dá cor vermelho brilhante que varia a vermelho-alaranjado, semelhante ao açafrão .

Sua cor vem dos compostos chamados carotenóides , que são pigmentos encontrados na camada externa da semente e em muitas outras frutas e vegetais, como cenoura e tomate.

Além disso, é usado como condimento para temperar pratos, pois tem sabor levemente doce e picante. Seu aroma é melhor descrito como de noz, pimenta e floral.

Existem várias formas, incluindo em pó, pasta, líquido ou e forma de óleo essencial.

Para que serve o urucum

Esse corante alimentar natural tem vários benefícios potenciais à saúde.

Propriedades antioxidantes

O urucum contém vários compostos naturais com propriedades antioxidantes , incluindo carotenóides, terpenóides, flavonóides e tocotrienóis .

Os antioxidantes são compostos que podem neutralizar as moléculas prejudiciais conhecidas como radicais livres, que podem danificar as células do corpo em níveis altos.

Atualmente, a pesquisa descobriu que os danos causados ​​por altos níveis de radicais livres estão ligados a doenças crônicas, como câncer, distúrbios cerebrais, doenças cardíacas e diabetes .

Propriedades antimicrobianas

As pesquisas sugerem que esse corante alimentar pode ter propriedades antimicrobianas.

Em estudos com tubos de ensaio, demonstrou-se que os extratos de urucum inibem o crescimento de várias bactérias, incluindo Staphylococcus aureus e Escherichia coli..

Em outro estudo em tubo de ensaio, o urucum matou vários fungos, incluindo Aspergillus niger, Neurospora sitophila e Rhizopus stolonifer . Além disso, a adição do corante ao pão inibiu o crescimento de fungos, prolongando a vida útil do pão.

Da mesma forma, um estudo constatou que a carne de porco temperados com pó de urucum tiveram um menor crescimento de micróbios do que os não tratados após 14 dias .

Esta pesquisa indica que esse corante alimentar pode ajudar na preservação dos alimentos.

Pode ter propriedades anticâncer

Pesquisas anteriores sugerem que o urucum tem potencial para combater o câncer .

Por exemplo, estudos em tubo de ensaio descobriram que os extratos desse corante alimentar podem suprimir o crescimento de células cancerígenas e induzir a morte das células de câncer de próstata, pâncreas, fígado e pele, entre outros tipos de câncer.

As potenciais propriedades anticâncer do urucum têm sido associadas a as compostos que ele contém, incluindo os carotenóides bixina e norbixina e tocotrienóis, um tipo de vitamina E .

Embora essas descobertas sejam promissoras, estudos em humanos são necessários para confirmar esses efeitos.

É bom para os olhos

O urucum é rico em carotenóides, o que pode beneficiar a saúde ocular .

Em particular, é rico em carotenóides bixina e norbixina, que são encontrados na camada externa da semente que dão a cor amarelo-laranja. 

Em um estudo em animais, a suplementação com norbixina por 3 meses reduziu o acúmulo do composto N-retinilideno-N-retiniletanolamina (A2E), que foi associado à degeneração macular relacionada à idade  (DMI)

A degeneração macular é a principal causa da cegueira irreversível entre os idosos.

No entanto, estudos em humanos são necessários antes que o urucum possa ser recomendado para esse fim.

Outros benefícios 

O urucum tem outros benefícios, como por exemplo:

  • Pode ajudar a saúde do coração. O urucum é uma boa fonte de compostos de vitamina E chamados tocotrienóis, que podem proteger contra problemas cardíacos relacionados à idade .
  • Pode reduzir a inflamação. Vários estudos em tubo de ensaio indicam que os compostos de urucum podem reduzir numerosos marcadores de inflamação .

Como usar

O urucum é usado há séculos para diversos fins.

Tradicionalmente, era usado para pintura corporal, como filtro solar, repelente de insetos e para o tratamento de distúrbios, como azia, diarréia, úlceras e problemas de pele .

Hoje, é usado principalmente como corante alimentar natural e pelo seu sabor.

Por exemplo, atualmente está presente em vários alimentos industriais, como por exemplo: queijos, manteiga , margarina, cremes, bolos e assados ​.

Em muitas áreas do mundo, as sementes de urucum são moídas para se fazer  pasta ou pó e combinadas ou com outros temperos ou sementes para vários pratos. 

Comparado com os corantes artificiais, o urucum e rico em antioxidantes e tem outros benefícios.

Além disso, suas sementes podem ser usadas para a produção de óleos essenciais usados ​​na aromaterapia e podem ter efeitos antimicrobianos.

No entanto, é importante observar que os óleos essenciais devem ser inalados ou aplicados na pele. Eles não devem ser engolidos, pois isso pode ser prejudicial .

Urucum faz mal

Em geral, o urucum parece ser seguro para a maioria das pessoas.

Embora seja incomum, algumas pessoas podem ter uma reação alérgica a ele, especialmente se tiver alguma alergias a plantas dessa família .

Os sintomas são coceira, inchaço, pressão arterial baixa, urticária e dor de estômago.

Em algumas situações, o urucum pode desencadear sintomas da síndrome do intestino irritável.

As mulheres grávidas ou amamentando não devem consumi-lo em grandes quantidades , pois não há estudos suficientes sobre sua segurança para grávidas o lactantes.

Se sentir algum efeito colateral desconfortável ao consumir este corante alimentar ou produtos que o contenham, então pare de usá-lo imediatamente e fale com o seu médico.

Conclusão:

O urucum é tempero natural que tem vários benefícios, incluindo redução da inflamação, melhora da saúde ocular e cardíaca e propriedades antioxidantes, antimicrobianas e anticâncer.

No entanto, faltam estudos em humanos sobre seus benefícios e efeitos colaterais, e são necessárias mais pesquisas antes que possam ser recomendado para tratar qualquer doença.