Pular para o conteúdo
Início » O dente permanente do seu filho não nasceu: O que fazer?

O dente permanente do seu filho não nasceu: O que fazer?

dente permanente

Todas as pessoas passam pelo mesmo processo de crescimento e amadurecimento dos dentes. Primeiro, vem os dentes de leite, temporários e que irão cair. A troca de dentes, faz nascer a arcada com dente permanente, que permanecerá na boca durante toda a vida.

Claro, há excessões em que os dentes permanentes caem antes do previsto, muito por conta da falta de cuidados com a higienização bucal por parte da população.

O ideal é que ela permaneça durante toda a vida, independentemente se essa pessoa precisar ou não utilizar aparelho transparente preço.

Entretanto, o que acontece quando esse processo não é natural? Ou seja, quando os dentes de leite caem, e os dentes permanentes não nascem ou demoram para despontar? Bom, esse é um problema que pode acontecer com qualquer um, por diferentes motivos.

Nesse artigo veremos tudo sobre esse processo, entendendo o porque em alguns casos os dentes permanentes demoram a nascer.

Essa é uma situação que, na maioria das vezes, vai exigir da pessoa utilizar um aparelho de dente, sendo esse um dos tratamentos mais interessantes para esse caso, como falaremos mais a frente. Confira!

Dentes de leite x dentes permanente

Como dissemos anteriormente, todas as pessoas sofrem o mesmo processo de crescimento dentário. 

Por volta dos 6 meses de idade, começam a aparecer os primeiros dentes na boca dos bebês. Esses são chamados de dentes de leite, ou dentes decíduos, justamente por que sofrem um processo de queda ao longo do tempo.

Já por volta dos 6 ou 7 anos os dentes começam a amolecer pouco a pouco. É por volta dessa idade que os dentes de leite começam a cair, dando espaço para o nascimento dos dentes permanentes. 

Normalmente esse processo termina por volta dos 12 ou 13 anos de idade, mas existem casos em que o último dente demora mais tempo para cair.

Agora, o que pode acontecer – e não é incomum – é um dente de leite cair e o permanente demora para tomar o seu lugar. Algumas das principais causas podem ser explicadas por um dentista infantil, mas existem motivos simples que podem ser identificados:

  1. Queda prematura

Um dos principais motivos do não nascimento dos dentes permanentes no lugar dos dentes de leite é a queda prematura. 

Como vimos, os primeiros dentes de leite começam a cair por volta dos 6 ou 7 anos, que é a idade em que o dente permanente já está preparado para tomar posição e assumir o lugar do dente perdido.

Quando essa etapa ocorre antes do planejado, ou seja, por um motivo fora do comum, como uma fratura, batida da boca, doença bucal, entre outras, o dente permanente ainda não está formulado e por isso acaba demorando para nascer.

Nessas situações, é importante que os pais levem seus filhos em uma clínica odontológica infantil, justamente para entender melhor sobre a situação. 

  1. Anodontia

A anodontia, pelo menos em sua forma parcial, é um problema encontrado frequentemente na população, e pode ser um dos motivos pelo não nascimento dos dentes.

Essa é uma condição que se caracteriza pela inexistência de um ou mais dentes.

Quando falamos em anodontia parcial, significa que estamos falando da falta de um ou mais dentes, mas não todos. Já a anodontia total, que é extremamente rara, é a condição onde a pessoa não possui nenhum dente permanente.

Esse é um problema hereditário, passado dos pais para os filhos. Dessa forma, se um dos pais possui essa condição, é importante ficar atento.

  1. Dentes escondidos

Outro motivo interessante para que o dente permanente não fique visível na boca, é por que ele pode estar escondido em outro espaço, principalmente nas áreas mais fundas da boca.

Nesses casos, os pais devem procurar um especialista, que provavelmente recomendará o uso de aparelhos, como um aparelho odontológico transparente, por exemplo.

Tratamentos para o nascimento tardio dos dentes permanentes

Cada caso é uma situação. 

Primeiramente, é fundamental entender onde está o problema, ou seja, identificar o por que dos dentes permanentes demorarem a aparecer na boca. Nesses casos, é essencial consultar um especialista, pois ele saberá exatamente como proceder em cada situação.

A partir do entendimento do problema, os pais podem procurar tratamentos específicos ou os dentistas podem recomendar um tratamento particular para o caso dos filhos. 

Na maioria dos casos, essencialmente de dentes escondidos, uma das causas mais comuns para a demora da aparição dos dentes permanentes.

De toda forma, é recomendado que a família procure um especialista em aparelho dentário, pois os diversos tipos de aparelhos podem ajudar a corrigir esse tipo de problema o mais rápido possível.

Conteúdo desenvolvido pela equipe do Status Fit Center, blog criado com o intuito de melhorar a saúde e o bem-estar por meio de conteúdos que reforçam a importância dos cuidados regulares.

Sair da versão mobile