Diabético pode comer castanha de caju?

Os pesquisadores dizem que d diabético pode comer castanha de caju e outras nozes cinco vezes por semana e pode melhorar a saúde do coração.

diabético pode comer castanha de caju

Diabético pode comer castanha de caju para melhorar a saúde do coração.

Se você é diabético tipo 2, comer castanha de caju, amêndoas e nozes cinco vezes por semana pode ser tão bom para sua saúde a longo prazo quanto o exercício físico diário para o controle do diabetes.

De acordo com um estudo recente, publicado na revista Circulation Research da American Heart Association , os pesquisadores concluíram que, comer 5 porções castanha de caju por semana ou outras nozes, os diabéticos tipo 2 reduziram em 17% o risco de doença cardiovascular.

Além disso, os diabéticos tipo 2 que consumiam nozes regularmente tinham um risco 34 % menor de morte por doença cardiovascular,  20 % menor de doença cardíaca coronária e 31 % menos casos de morte prematura.

Comer castanha de caju menos que cinco vezes por semana ainda tem benefícios, explicaram os autores do estudo. Mas menos benefícios do o diabético que come qualquer tipo de nozes quase que diariamente.

O estudo também comprovou que principalmente as nozes, tem mais benefícios para o coração. As nozes comuns são: amêndoas, castanhas do pará, castanha de caju, macadâmia, pistache, pinhões, castanhas e avelãs.

Agora vale lembrar que o amendoim não é uma noz, mas uma leguminosa. Embora o amendoim seja muito saudável, não tem os mesmos benefícios para os diabéticos, quantos as nozes. Diz a pesquisa.

Porque o diabético pode comer castanha de caju e nozes

Os benefícios do diabético comer castanha de caju e nozes está basicamente em melhorar a saúde do coração. Mas na verdade, é o resultado dos benefícios na pressão sanguínea, na capacidade do corpo em metabolizar a gordura da dieta, nos níveis de açúcar no sangue, nos níveis de inflamação do corpo e saúde dos seus vasos sanguíneos.

Reduzir o risco desses problemas, também ajuda a reduzir o risco de síndrome metabólica.

A síndrome metabólica aumenta a probabilidade de desenvolver doenças cardíacas, diabetes tipo 2 e de derrame.

As castanhas de caju e as nozes tem a capacidade de reduzir a probabilidade do diabético ter doenças cardíacas e além disso, ajudam a aumentar as lipoproteínas de alta densidade que protegem seu coração.

As lipoproteínas de alta densidade são uma combinação de colesterol, triglicerídeos e proteínas.

As lipoproteínas desempenham um papel importante na absorção e transporte das gorduras dos alimentos no intestino delgado. Elas também transportam o colesteroltriglicerídeos do fígado para outras partes do corpo.

Apesar do controle do colesterol e dos triglicerídeos, seu corpo precisa de certas quantidades de ambos para produzir certos hormônios e bile no fígado. O colesterol também é essencial para os tecidos humanos básicos, como a pele e cartilagem.

As nozes são uma mina de ouro quando se trata de gorduras saudáveis.

A gordura das nozes é principalmente monoinsaturada, conhecida por sua capacidade de ajudar a diminuir o colesterol ruim e proteger o coração, de acordo com a Clínica Mayo .

Quanto comer?

Como a moderação é o segredo para uma vida saudável, o mesmo se aplica com as nozes.

As nozes são alimentos muitos ricos em nutrientes e calorias. Pois apenas 1/4 de xícara tem mais de 200 calorias, 15 gramas de gordura e uma variedade de vitaminas e minerais. Além disso, apenas um punhado de castanhas, qualquer que seja, sacia sua fome.

Mas, se você estiver sentado no sofá com um saco de castanha de caju nas mãos, assistindo ao seu programa de TV favorito, é fácil consumir 1.000 calorias e mais de 100 gramas de gordura sem perceber.

Para os diabéticos, as nozes são alimentos perfeitos, pois são pobres em carboidratos e ricos em gorduras boas. Assim aumenta a glicose no sangue lentamente. Mas é importante observar a quantidade que você come e pensar nas nozes como um aperitivo, em vez de um tipo refeição.

Para incluir as nozes na dieta, recomendamos misturar na salada, ou iogurte, ou nos pratos principais do jantar ou simplesmente comer uma porção razoável.

Apenas não esqueça que calcular suas refeições é uma parte importante do controle do diabetes, e a castanha de caju e as nozes fazem parte da sua dieta. Pois as nozes tem vários benefícios para o diabético, mas comer demais pode ser prejudicial.

Programa Diabetes Controlada Dr. Rocha
Programa Diabetes Controlada Dr. Rocha

Conclusão:

Diabético pode comer castanha de caju e outras nozes e castanhas, e tem vários benefícios. Mas o segredo é comer com moderação, pois são alimentos ricos em calorias.